Pular para o conteúdo principal

Planejando o cardápio do final de semana

Eu não curto muito planejar o cardápio e depois ir ao supermercado. Nem sempre os vegetais estão do jeito que a gente espera... Compro um pouquinho do que tiver bom e em casa resolvo o que fazer – o que não é uma boa ideia se você é iniciante na cozinha (experiência própria). Neste caso, a solução é pensar em pelo menos um cardápio + uma alternativa.

Comprei: 1kg de patinho moído, 2 peitos de frango (1,8kg), batata inglesa, cenoura, chuchu, tomate, abobrinha, cebola, noz moscada e leite de coco. Infelizmente não encontrei grão de bico, queria testar uma receitinha de falafel.

Compras feitas, hora de definir o cardápio. Eu pensei em “Torta Madalena”, molho de carne moída com legumes, Frango Masala e dois tipos de sopa. Mas à medida que uma coisa e outra iam ficando prontas, fui mudando de ideia.

Postei no Stories, no Instagram, todas as etapas:

Primeiro, higienizar e secar todos os vegetais. Descasquei as batatas e coloquei pra cozinhar na pressão. Enquanto isso, afiei a faca e piquei tudo, de acordo com o que queria fazer. Reservei uma abobrinha inteira. 

Vegetais separados, batata cozida e amassada, hora de mexer com o frango. Cortei tudo em cubos, era muito frango para fazer a receita que queria. Coloquei metade para marinar no alho, limão e pimenta e a outra metade para cozinhar na pressão com os ossos (importante usar os ossos para dar sabor ao caldo).
Enquanto o frango cozinhava, refoguei a carne moída com alho, cebola e azeite. Misturei alguns legumes (chuchu, cenoura e abobrinha) e deixei cozinhar.

Montei a torta Madalena (uma camada de carne e uma de purê). Sobrou purê, reservei.

Coloquei um pouco de molho de tomate (200gr) que eu tinha congelado (receita aqui) na carne moída. Recheei a abobrinha com essa carne e reservei. As sementes da abobrinha que foi recheada foram reservadas. Coloquei o restante do molho (mais 200gr) e separei a carne moída em dois potinhos para congelar. Esta porção é suficiente para fazer macarrão para nós dois.

O frango cozinhou, eu desfiei e separei um potinho para congelar também. Frango desfiado congelado é vida! O restante do frango vai na sopa.

Como já estava na hora do jantar, cobri a abobrinha recheada com papel alumínio e levei ao forno pré aquecido.

Enquanto ela assava, refoguei a cebola e juntei os vegetais que estavam “sobrando”: abobrinha (inclusive as sementes reservadas), cenoura e chuchu e cozinhei com água, curry e com o caldo do frango (aquele que foi desfiado). Quando tava tudo cozido, bati no liquidificador e voltei para a panela com o frango desfiado para apurar, coloquei um pouco de leite de coco para completar (breve receita certinha). Neste ponto, a abobrinha assada já estava pronta e eu servi com o que sobrou o purê de batatas e com um pouco do tomate picado. Servi também uma provinha da sopa de legumes com curry porque não dava mais pra esperar!

Falando nisso, as sopas são uma boa substituição para a salada no inverno.
Com esta mesma combinação (chuchu, abobrinha e cenoura) também é possível fazer a sopa de lentilhas e a sopa de legumes com frango. Receita aqui e aqui

O frango marinado vai virar Frango Masala para o almoço e provavelmente uma porção para congelar também. Por isso, deixei já reservado os tomates picados, a cebola e um pouco da cenoura que sera cozida no vapor ou junto do arroz que acompanhará o frango (vamos decidir ainda). 

Para quem perdeu, seguem os stories:







Comentários

Destaques

Para congelar: comida feita em casa, todos os dias!

Sempre congelo grão de bico cozido, molho de tomate, frango desfiado, espinafre, etc.  Porque não congelar o prato pronto também? Resolvi investir um dia para congelar as refeições da semana aqui em casa. Eu fui incentivada por um post da JuPitadinha, que está programando as refeições da família dela para um mês. Aqui, meu congelador é pequeno e comporta refeições para os cinco dias úteis, os mais problemáticos para pensar nos cardápios e cozinhar. Hoje, em 5 horas de trabalho (entre compras e cozinha) resolvi 4 pratos para duas pessoas e 6 marmitas de 500 ml de sopa pra mim (amo sopa, mesmo quando tá calor!).
Após alguns testes, concluí que este recipiente que uso - 750ml - rende 4 refeições pra gente, ou seja, é perfeito para 1 jantar e 1 almoço para duas pessoas. Faça os testes e rapidinho você vai encontrar uma quantidade ideal pra sua realidade.

O arroz ou a batata faço na hora, porque é bem rápido e fácil, né. Mas dá pra congelar o arroz prontinho e fica ótimo também.  Alface e…

Couve Flor Assada ao Curry

Este é meu jeito favorito de fazer este legume (exceto, é claro, gratinada com bastante queijo).
Higienize a couve flor, separe os floretes. Para servir 2 pessoas, como único acompanhamento, metade de uma couve flor é suficiente. O restante, se não for usar, branqueie e congele.
Seque os floretes que for usar com papel toalha. Em um bowl, coloque 1 colher (chá) de curry (clique aqui para saber como fazer o seu), 3 colheres (sopa) de azeite e sal a gosto. Junte a couve flor e misture bem até envolver todos os floretes no tempero.
Asse em forno pré aquecido a 200°C por aproximadamente 15 minutos, até ficarem macios. Espere esfriar um pouco para servir. 

Comidinhas da Diana

Inicialmente pensado para ser um instagram com receitas e dicas para introdução alimentar dos bebês, a página da Diana e da Fernanda se tornou uma inspiração pra mim.

E fez tanto sucesso que virou livro: ele traz receitas simples e com muitos vegetais, excelente para variar o cardápio e tornar opções cotidianas mais nutritivas - um exemplo é a carne moída com legumes, preparo simples e que ganha mais sabor e nutrientes com adição de legumes variados.

Há também indicação de idade e algumas receitas são indicadas para intolerantes, embora este não seja o foco.

Todas as receitas do livro estão no Insta que linkei acima e o blog está sendo construído também. Gosto do livro pela facilidade de ter as receitas sempre a mão. Excelente para crianças e adultos!