Pular para o conteúdo principal

Manaus - Parte 2 - Restaurantes

Segundo e último post sobre os restaurantes que visitei em Manaus.

TAMBAQUI DE BANDA

Com uma localização privilegiada, visitamos três vezes. Na primeira, pedi uma banda de tambaqui, acompanhada de baião e vinagrete. E descobri por que é um peixe tão recomendado. Tomei também uma caipirinha de cupuaçu, minha fruta favorita: fica bem como geleia, suco, vitamina, bala, bombom etc.
No segundo dia, fomos para almoçar: pedimos o “Caboco Enrolado” de entrada: Rolinhos de banana pacova frita recheados com pirarucu seco ao cream cheese e estava uma delícia. Para almoçar, eu pedi o “Tacaqui o Nhoque”, um prato muito recomendado composto por nhoque de tambaqui ao molho de tucupi, jambu e camarão fresco.  O Sandro pediu Pirarucu com tucupi acompanhado de pirão e arroz.
No terceiro dia, encontramos o Vitor, do blog É de Comer? e pedimos novamente uma banda do tambaqui. Mas antes uma porção de “fish and chips” (de tambaqui também), que foi o prato que o restaurante serviu no estádio durante a Copa do Mundo.

Caboco Enrolado

Tacaqui o Nhoque
Uma publicação compartilhada por Só posto comida! (@sopostocomida) em

CAXIRI

O Caxiri é um restaurante contemporâneo que usa ingredientes tradicionais da Amazônia para preparar os pratos. Foi uma experiência maravilhosa, os pratos são deliciosos e bem servidos. Gastronomia de alto nível no menu executivo do almoço.
Pedimos crostini de queijo coalho com castanha e salada do dia de entrada e o prato principal foi a “Kaftamazônica”. A sobremesa foi “parfait de banana” e estava uma delícia também!

Kaftamazônica

Uma publicação compartilhada por Só posto comida! (@sopostocomida) em

CABOQUINHO

Com uma proposta bem diferente dos outros restaurantes que visitamos, este é um fast food de comida típica e, ao contrário dos fast foods tradicionais, com ótima qualidade.

Pedi um sanduíche de pirarucu empanado e um caldinho de peixe. Vale a pena a visita!


--- 

Pra terminar o assunto de comida de Manaus, apreciem este vídeo do Vitor, que ensina a fazer uma receita típica:


*Se você perdeu o primeiro post sobre os restaurantes de Manaus, clique aqui para ver.

Comentários

Destaques

Bolinho de Chuva

Café da manhã homemade mais fácil e rápido que buscar pão na padaria!

BOLINHO DE CHUVA - Receita do instagram da Ju @pitadinha

1 3/4 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar 
1/2 xícara de leite 
1 ovo 
1 pitadinha de sal
1 colher de café de canela
1 colher chá fermento 
Misture todos os ingredientes com um fouet e frite em óleo não muito quente (fogo médio) até dourar dos dois lados. 
Depois de fritos, escorra e polvilhe com açúcar e canela.
*A massa fica mole mesmo, utilize duas colheres para colocá-la no óleo. *Se o óleo estiver muito quente os bolinhos ficarão crus por dentro.

Carne de Porco à Portuguesa

Pesquisei algumas receitas e fiz a minha versão de Carne de Porco à Portuguesa, dica da minha amiga Priscilla Suellen.



CARNE DE PORCO À PORTUGUESA

- 400gr de lombo de porco em cubos médios
- 150 ml de vinho branco
- 2 dentes de alho
- 1 batata doce média
- 2 batatas inglesas médias
- 1 colher (chá) páprica picante
- 1/2 xícara (chá) azeitona preta
- 1 folha de louro
- sal, pimenta e salsinha a gosto
- azeite

Primeiro prepare a marinada para a carne de porco: coloque a carne em um bowl, misture o sal pimenta do reino, o vinho branco os dentes de alho picados em pedaços grandes e a folha de louro cubra com plástico filme e leve à geladeira por 40 minutos. Enquanto isso, pique as batatas em cubos grandes, tempere com a páprica, sal e azeite e leve para assar em forno alto (230oC), pré-aquecido, por 25 minutos, virando-as na metade do tempo para dourarem por igual. Aqueça uma panela e regue com um pouco de azeite. Separe a carne de porco do líquido da marinada e frite-a no azeite. Quando …

Bacalhau com Natas

Hoje a receita quem me passou foi minha grande amiga Priscilla (saudades, amiga). A original é do site Sabor Intenso e eu adaptei apenas temperos e quantidades. A intenção era fazer o suficiente para duas pessoas, mas acabou sobrando, então, nestas quantidades serve 3 porções.  Aqui, já conhecia esta receita por "bacalhau que nós gostamos" ou "bacalhau à consulesa", mas vou manter o nome original, apesar de não ter natas aqui em Minas e sim creme de leite.
BACALHAU COM NATAS


400gr de bacalhau salgado em lascas (usei do porto, pode ser qualquer um) 500gr de batata inglesa picada em cubos 1 cebola grande picada em meia lua 1 xícara de leite 2 colheres (sopa) de manteiga 2 colheres (sopa) de farinha de trigo 1 xícara de creme de leite fresco 1 colher de sopa de tempero caseiro (clique para ver a receita) Óleo para fritar as batatas Azeite para refogar o bacalhau Parmesão ralado na hora
1. Dessalgar o bacalhau: colocar de molho em água filtrada, na geladeira, em uma va…