Pular para o conteúdo principal

Manaus - Parte 1 - Restaurantes

A culinária do norte é a mais rica do Brasil! Conseguimos visitar todos os restaurantes que estavam na lista e ainda voltei pra BH com saudades. Minhas considerações sobre os restaurantes que visitamos e os pratos que pedimos estão neste post!

AMAZÔNICO PEIXARIA
Assim que chegamos em Manaus, fomos almoçar neste restaurante. Pedimos dadinhos de tapioca de entrada, eles vieram acompanhados de geleia de cupuaçu e eu desconfio que não poderíamos ter escolhido melhor! O prato principal foi uma matrinxã recheada com farofa acompanhada de baião de dois e vinagrete. Eu não sou fã de coentro, mas o prato estava muito equilibrado e ele fez o seu papel sem roubar o sabor de nada. Além dos acompanhamentos que já vem com o peixe, pedimos ainda um purê de banana pacova, que compôs perfeitamente o prato. Tudo muito bem servido e delicioso!

Matrinxã recheada com farofa

Dadinhos de tapioca com geleia de cupuaçu
CAFÉ COM LEITE
Um café com um cardápio variado de sanduíches, tapiocas e sucos. Pedi a “tapioca da terra”, recheada com banana frita, queijo coalho e tucumã, um fruta bem comum na região. Confesso que o tucumã puro não me agradou muito, mas ele ali, casando com a banana e com o queijo ficou perfeito. Não tive chance de comer o tucumã de novo, espero ter outra logo!

Tapioca da Terra

BANZEIRO
Em um dos restaurantes mais famosos da cidade, pedimos a esperada formiga saúva em espuma de mandioquinha. Sensacional! O cardápio de entradas é muito extenso e todas pareciam deliciosas, preciso voltar!
O prato principal foi o Pirarucu Amazônico (com banana frita e queijo coalho) e estava perfeito. Também foi complicado escolher o prato, queria provar todos os peixes. Escolhemos o pirarucu porque já havíamos comido a Matrinxã e o Tambaqui em outros lugares, só usando este critério mesmo para conseguir decidir.
Também pedi o trio de batidinhas (cupuaçu, graviola e taperebá) e a inusitada caipirinha manauara: feita com banana!

Trio de batidinhas

Saúva na espuma de mandioquinha

Uma publicação compartilhada por Só posto comida! (@sopostocomida) em

Como o post ficou extenso, continuarei no próximo!            

Comentários

  1. Que riqueza de sabores! Fiquei com vontade de experimentar todos, mas as formiguinhas me atraem mais, porque são diferentes! Kkkk oq você achou do sabor? Bjos amiga e parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, obrigada pela mensagem! As formigas são ótimas, também tive oportunidade de comer uma in natura. O sabor lembra de erva cidreira e elas são bem crocantes. Beijos!

      Excluir

Postar um comentário

Comente, deixe sugestões, críticas e dicas para as próximas postagens. Volte sempre!

Destaques

Salada Russa

No Natal deste ano estávamos definindo o cardápio na casa da minha sogra, dona Sônia, quando ela sugeriu que no lugar do salpicão fizéssemos uma "salada russa". A receita era da mãe dela, que por obra do destino e intermédio da Marília apareceu nas nossas mãos.
Mas por que chama salada russa, gente? Fui pesquisar: a receita original era de um chef russo, Olivier, e levava molho provençal e lagostim, entre outros ingredientes exóticos.
No Brasil, hoje é chamada de salada de maionese e leva tudo que é tipo de ingredientes, geralmente a base é batata cozida.


Portanto, as quantidades e ingredientes abaixo são apenas uma ideia:
1 peito de frango cozido e desfiado
2 batatas cozidas e picadas em cubos
1 pote grande (500gr) palmito
2 maçãs picadas
1 limão espremido
1 lata de milho verde
1 lata de ervilha (eu prefiro aquela do pacote, congelada)
2 tomates picados
150gr de uva passa
1 cebola branca ralada
1 pote pequeno de maionese
1 caixinha de creme de leite Misture a maçã com o …

Toucinho do Céu

Dica do dia: acessem esta receita maravilhosa do Rodrigo Hilbert
Bolo Toucinho do Céu: http://gnt.globo.com/receitas/receitas/bolo-toucinho-do-ceu.htm

Molho "à bolonhesa" poderoso!

Molho à "bolonhesa" poderoso 🍅

Legumes picadinhos:
1 pimentão amarelo
1 cebola
1 dente de alho
1 cenoura
1 abobrinha
500gr de patinho
1 xícara de vinho tinto
1 xícara e meia de molho de tomate (usei caseiro)
1 xícara de água
Sal à gosto

Refogar a cebola, o alho, a cenoura e o pimentão em um fio de azeite até a cebola ficar transparente.

Acrescente a carne (retire da geladeira uns 20 minutos antes de preparar para que ela não esfrie a panela) e vá desfazendo as bolinhas com a colher.

Assim que a carne não estiver mais vermelha, abaixe o fogo e acrescente o vinho. Mexa e deixe secar. Acrescente o molho de tomate e a água e deixe apurando pelo menos uns dez minutos. Se necessário acrescente mais água. A abobrinha vai no final do cozimento, com uns 3 minutos fica boa já. Acrescente o sal e prove.

Dica: se estiver fazendo macarrão para servir com este molho, use uma xícara da água de cozimento da massa no molho, fica ótimo!

Dica 2: sirva este molho com o que quiser! Macarrão, ar…