Pular para o conteúdo principal

Pão Nosso

Meu entusiasmo com o levain foi ganhando força na medida em que avançava as páginas do livro do Luiz Américo Camargo. Ele é um apaixonado pela panificação e, especialmente, pelo pain au levain.

Comecei meu fermento natural assim que terminei de ler todas as instruções. Aprendi a não ser tão ansiosa. A beleza do processo está justamente na sua lentidão. Cada coisa acontece quando deve acontecer.

Meu fermento levou 12 dias para ficar pronto. No “Pão Nosso” são 08 dias.



Uma foto publicada por Só posto comida! (@sopostocomida) em

Eu tive problemas com a temperatura e com uma viagem no meio do processo. Minha intuição, acredito, ajudou a determinar se depois destes imprevistos era possível continuar ou seria necessário começar tudo de novo. Segui em frente. E parti para a receita do pão integral.

Uma parte de fermento, duas de água, três de farinha, sal. Voilà. Meu primeiro pão feito com fermento natural estava pronto! E eu ainda tinha que esperar esfriar para comer, que tortura.
Infelizmente não tinha uma assadeira apropriada e ele acabou ficando baixinho.  Vamos ao que interessa, o resultado da degustação: meu pão ficou maravilhoso, modéstia a parte. Sabor complexo e casca crocante.





E, agora, já temos um filhote do meu fermento indo para a casa de uma amiga junto com as instruções para refrescá-lo. É muito bom dividir esta satisfação!

Livro: Pão Nosso: Receitas Caseiras com Fermento Natural
Autor: Luiz Américo Camargo
Editora: Panelinha

Update - 28/08/2016

Pão Branco

Usei uma farinha de melhor qualidade (tipo 00) e o resultado foi infinitamente melhor.




Comentários

Destaques

Mingau de aveia com banana

Começando bem o final de semana com essa delícia de mingau de aveia!

Mingau de aveia com banana

Mexa, sempre em fogo baixo, até engrossar: - 1 xícara de leite
- 1/2 xícara de água
- 3 colheres de sopa de aveia em flocos finos
- 1 banana bem madura amassada
- 1 colher de café de canela

Decore como preferir! Usei sementes de girassol, coco ralado e uva.

Se quiser pode adoçar a gosto, mas quando a banana tá bem madura eu nem acho necessário.


Almôndegas de Peito de Peru

Às vezes eu crio coragem e gravo uma receita lá no stories do meu Instagram (segue lá, é @sopostocomida). Hoje, postei estas almôndegas:



ALMÔNDEGAS DE PEITO DE PERU

800gr de peito de peru moída (comprei a bandeja congelada no supermercado)
1/2 xícara (chá) de farelo de aveia
1 cenoura ralada
1 cebola picadinha
Temperos a gosto (usei sal, páprica defumada, alho em pó, orégano, cúrcuma, gergelim preto)
Molho de tomate para cozinhar



Misture tudo com as mãos e cozinhe em fogo baixo com molho de tomate até quase cobrir as almôndegas. Como eu usei molho de tomate caseiro e bem concentrado, usei 1 xícara de molho para 1 xícara e meia de água.

Renderam 10 unidades e mais 4 hambúrgueres que congelei.

Bolinho de Feijão Branco

Bolinho de Feijão Branco

1 xícara de feijão branco cru (depois de cozido, são 2 xícaras e meia)
2 c.sopa cebolinha picadinha
1 c.cafe de alho em pó
2 c. sopa de farinha de aveia
1 c. sopa de azeite
1/2 cenoura ralada (fino)
Sal e pimenta preta a gosto

Deixe o feijão cru de molho por 24h. Escorra e cozinhe na pressão com água e uma folha de louro por 15 min (depois que pegar pressão);

Escorra bem o feijão e amasse com um garfo. Misture todos os outros ingredientes, modele bolinhas, achate e grelhe em uma frigideira antiaderente até formar essa casquinha dourada.