Pular para o conteúdo principal

Pão Nosso

Meu entusiasmo com o levain foi ganhando força na medida em que avançava as páginas do livro do Luiz Américo Camargo. Ele é um apaixonado pela panificação e, especialmente, pelo pain au levain.

Comecei meu fermento natural assim que terminei de ler todas as instruções. Aprendi a não ser tão ansiosa. A beleza do processo está justamente na sua lentidão. Cada coisa acontece quando deve acontecer.

Meu fermento levou 12 dias para ficar pronto. No “Pão Nosso” são 08 dias.



Uma foto publicada por Só posto comida! (@sopostocomida) em

Eu tive problemas com a temperatura e com uma viagem no meio do processo. Minha intuição, acredito, ajudou a determinar se depois destes imprevistos era possível continuar ou seria necessário começar tudo de novo. Segui em frente. E parti para a receita do pão integral.

Uma parte de fermento, duas de água, três de farinha, sal. Voilà. Meu primeiro pão feito com fermento natural estava pronto! E eu ainda tinha que esperar esfriar para comer, que tortura.
Infelizmente não tinha uma assadeira apropriada e ele acabou ficando baixinho.  Vamos ao que interessa, o resultado da degustação: meu pão ficou maravilhoso, modéstia a parte. Sabor complexo e casca crocante.





E, agora, já temos um filhote do meu fermento indo para a casa de uma amiga junto com as instruções para refrescá-lo. É muito bom dividir esta satisfação!

Livro: Pão Nosso: Receitas Caseiras com Fermento Natural
Autor: Luiz Américo Camargo
Editora: Panelinha

Update - 28/08/2016

Pão Branco

Usei uma farinha de melhor qualidade (tipo 00) e o resultado foi infinitamente melhor.




Comentários

Destaques

Bolo Integral de Pera

Troquei as maçãs por peras nesta receita de bolo da Ju Pitadinha.
BOLO INTEGRAL DE PERA
2 peras grandes 1 xícara de farinha de arroz (usei integral) 1 xícara de farinha de trigo integral (pode ser a branca) 3/4 xícara de açúcar (usei metade mascavo e metade de coco) 3 ovos 1 colher (sopa) de fermento em pó Opcionais: canela, gengibre em pó, noz moscada
Bata o açúcar, os ovos e as cascas das peras no liquidificador.
Em um bowl, coloque as peras picadas, as farinhas e misture bem. Junte a mistura do liquidificador , o fermento, gengibre (1 colher de café), canela (1 colher de chá) e noz moscada (1 pitada).
Despeje a massa em uma forma untada e enfarinhada e asse em forno pré aquecido a 200ºC por aproximadamente 30 minutos.

Bolinho de Feijão Branco

Bolinho de Feijão Branco

1 xícara de feijão branco cru (depois de cozido, são 2 xícaras e meia)
2 c.sopa cebolinha picadinha
1 c.cafe de alho em pó
2 c. sopa de farinha de aveia
1 c. sopa de azeite
1/2 cenoura ralada (fino)
Sal e pimenta preta a gosto

Deixe o feijão cru de molho por 24h. Escorra e cozinhe na pressão com água e uma folha de louro por 15 min (depois que pegar pressão);

Escorra bem o feijão e amasse com um garfo. Misture todos os outros ingredientes, modele bolinhas, achate e grelhe em uma frigideira antiaderente até formar essa casquinha dourada.


Comidinhas da Diana

Inicialmente pensado para ser um instagram com receitas e dicas para introdução alimentar dos bebês, a página da Diana e da Fernanda se tornou uma inspiração pra mim.

E fez tanto sucesso que virou livro: ele traz receitas simples e com muitos vegetais, excelente para variar o cardápio e tornar opções cotidianas mais nutritivas - um exemplo é a carne moída com legumes, preparo simples e que ganha mais sabor e nutrientes com adição de legumes variados.

Há também indicação de idade e algumas receitas são indicadas para intolerantes, embora este não seja o foco.

Todas as receitas do livro estão no Insta que linkei acima e o blog está sendo construído também. Gosto do livro pela facilidade de ter as receitas sempre a mão. Excelente para crianças e adultos!