Pular para o conteúdo principal

Duas receitas de Molho de Tomate

Duas receitas de molho de tomate caseiro. Uma que requer tempo e paciência e que fica tão maravilhosa que você pode comer puro e outra que não faz bagunça e nem requer sua atenção exclusiva ao fogão. Fica delicioso também e dará um up nas suas receitas.



---

Molho de tomate caseiro - versão demorada 

Para 2kg de molho:

_ 3 kg de tomate Andrea ou Italiano 
_ 4 cebolas brancas picadas
_ 1 cabeça de alho - descascada e triturada
_ 2 latas de tomate pelado picado

Retire a pele dos tomates - ferva uma panela com água. Faça um X na parte de baixo dos tomates, deixe ferver por 1 minutinho e mergulhe em água gelada que a pele se soltará. Neste link aqui tá tudo explicadinho.

Refogue a cebola em um fio de azeite até ficar transparente, acrescente o alho e mexa por 1 minuto. Junte os tomates picados, mexa bem, tampe e deixe cozinhar por 1 hora. Acrescente os tomates pelados (da lata) com o suco e mexa. Deixe a panela semi tampada e cozinhe por mais 1 hora. Espere esfriar um pouco e bata no liquidificador, se quiser! Se quiser um molho mais rústico, apenas pique os tomates e cebolas em pedaços menores e, quando for liquidificar, bata apenas a metade do molho.

Sempre deixe o tomate cozinhar em fogo baixo! E vigie a panela. Se necessário, acrescentar um pouco de água. Não deixe grudar nada no fundo no fundo da panela. 

---

Molho de tomate caseiro - versão da preguiça

Pique em quatro um quilo de tomates - retire as sementes, se quiser. Coloque uma cabeça de alho descascado e uma cebola descascada e cortada em quatro em uma assadeira. Regue com um pouco de azeite. Asse por uma hora em forno baixo e bata tudo muito bem no liquidificador. 

---

Serve para os dois: Não gosto de colocar sal ou temperos, deixo para fazer isso na receita em que for utilizar o molho. Pode congelar depois que esfriar.

Comentários

Destaques

Cusco e Lima

Compartilho algumas experiências que tivemos entre Cusco e Lima pra tentar te inspirar a conhecer estes lugares maravilhosos. No final, alguns links que usei para programar a viagem e que tem outras dicas muito úteis.
Comprei as passagens com muitos meses de antecedência: a primeira parada foi em Cusco, ficamos cinco dias e, depois, Lima, por mais 3 dias.  Em Cusco, fomos direto para o Loki Hostel, para dormir uma noite antes do passeio Machu Picchu by train (da Loki Travel) que dura dois dias. Escolhi comprar o pacote (que incluía passagens, translados e entrada em Machu Picchu) porque achei muito complicado agendar passagens de trem, translados, comprar entradas para Machu Picchu, agendar hostel e guias, mas você pode fazer tudo sozinho também.
Uma publicação compartilhada por Thaynara Rezende (@sopostocomida) em 9 de Mai, 2018 às 5:09 PDT
O Loki Hostel tem um bar maravilhoso, que serve pratos de café da manhã, almoço e jantar com preço justo e ótima qualidade. Foi muito bom ter est…

Para congelar: comida feita em casa, todos os dias!

Sempre congelo grão de bico cozido, molho de tomate, frango desfiado, espinafre, etc.  Porque não congelar o prato pronto também? Resolvi investir um dia para congelar as refeições da semana aqui em casa. Eu fui incentivada por um post da JuPitadinha, que está programando as refeições da família dela para um mês. Aqui, meu congelador é pequeno e comporta refeições para os cinco dias úteis, os mais problemáticos para pensar nos cardápios e cozinhar. Hoje, em 5 horas de trabalho (entre compras e cozinha) resolvi 4 pratos para duas pessoas e 6 marmitas de 500 ml de sopa pra mim (amo sopa, mesmo quando tá calor!).
Após alguns testes, concluí que este recipiente que uso - 750ml - rende 4 refeições pra gente, ou seja, é perfeito para 1 jantar e 1 almoço para duas pessoas. Faça os testes e rapidinho você vai encontrar uma quantidade ideal pra sua realidade.

O arroz ou a batata faço na hora, porque é bem rápido e fácil, né. Mas dá pra congelar o arroz prontinho e fica ótimo também.  Alface e…

Bobó de Frango com Inhame

Quem me acompanha no Insta e no Twitter viu minha empolgação com esta receita, da maravilhosa Rita Lobo. É um bobó um pouco diferente: ao invés de mandioca e camarão, é feito com frango e inhame. Excelente para variar o cardápio do dia a dia. Receita fácil, rápida e feita em uma panela só. Aqui, dispensamos os acompanhamentos, que poderiam ser arroz ou farinha de milho.
Para acessar a receita, clique aqui