Pular para o conteúdo principal

Canjiquinha

Da série comidinhas de inverno, a tradicional Canjiquinha!

As quantidades desta receita servem duas pessoas com fome. 
Infelizmente tive um imprevisto com minha balança e as quantidades não serão exatas desta vez...

CANJIQUINHA COM COSTELINHA


3/4 xícara de canjiquinha
1/2 linguiça calabresa em cubos
2 fatias de bacon picadinhas
1 tomate picado em cubos
1 cebola picada em cubos
4 dentes de alho triturados
1 limão (suco)
1/2 colher de café de gengibre em pó
1 colher de café de páprica picante
6 costelinhas de porco - retire o excesso de gordura
sal a gosto

Azeite para o refogado

cebolinha e queijo parmesão ralado para servir

Prepare a marinada da costelinha colocando-a em um bowl com o limão, dois dentes de alho triturados, a páprica e o gengibre. Misture bem e deixe descansando na geladeira coberto com um plástico filme por umas dez horas. 

Em outro bowl, coloque a canjiquinha de molho em água filtrada e deixe descansando em temperatura ambiente por 4 horas.

Retire as costelinhas da marinada, escorra o líquido e descarte-o.
Em uma panela grande de fundo triplo, frite as costelinhas em um pouco de azeite rapidamente até começarem a ficar douradas.

Retire as costelinhas da panela, abaixe o fogo e acrescente o bacon e a calabresa. refogue bem. Acrescente a cebola e deixe refogar até dourar, acrescente o alho e refogue mais um pouco. Acrescente um pouco de água e mexa bem até soltar todos os resíduos do fundo da panela. Quando a água secar, acrescente o tomate.

Retire a canjiquinha do molho, passe por escorredor bem fininho (pode ser uma peneira) e lave em água corrente. 

Junte a canjiquinha e as costelinhas ao refogado. Cubra com bastante água e acrescente um pouco de sal. Deixe cozinhar por aproximadamente uma hora e meia, mexendo de vez em quando para não grudar no fundo da panela. Acrescente água se necessário.

Depois que chegar na consistência desejada, prove e acerte o sal. 

Sirva com cebolinha e queijo ralado a parte.

Comentários

Destaques

Cusco e Lima

Compartilho algumas experiências que tivemos entre Cusco e Lima pra tentar te inspirar a conhecer estes lugares maravilhosos. No final, alguns links que usei para programar a viagem e que tem outras dicas muito úteis.
Comprei as passagens com muitos meses de antecedência: a primeira parada foi em Cusco, ficamos cinco dias e, depois, Lima, por mais 3 dias.  Em Cusco, fomos direto para o Loki Hostel, para dormir uma noite antes do passeio Machu Picchu by train (da Loki Travel) que dura dois dias. Escolhi comprar o pacote (que incluía passagens, translados e entrada em Machu Picchu) porque achei muito complicado agendar passagens de trem, translados, comprar entradas para Machu Picchu, agendar hostel e guias, mas você pode fazer tudo sozinho também.
Uma publicação compartilhada por Thaynara Rezende (@sopostocomida) em 9 de Mai, 2018 às 5:09 PDT
O Loki Hostel tem um bar maravilhoso, que serve pratos de café da manhã, almoço e jantar com preço justo e ótima qualidade. Foi muito bom ter est…

Para congelar: comida feita em casa, todos os dias!

Sempre congelo grão de bico cozido, molho de tomate, frango desfiado, espinafre, etc.  Porque não congelar o prato pronto também? Resolvi investir um dia para congelar as refeições da semana aqui em casa. Eu fui incentivada por um post da JuPitadinha, que está programando as refeições da família dela para um mês. Aqui, meu congelador é pequeno e comporta refeições para os cinco dias úteis, os mais problemáticos para pensar nos cardápios e cozinhar. Hoje, em 5 horas de trabalho (entre compras e cozinha) resolvi 4 pratos para duas pessoas e 6 marmitas de 500 ml de sopa pra mim (amo sopa, mesmo quando tá calor!).
Após alguns testes, concluí que este recipiente que uso - 750ml - rende 4 refeições pra gente, ou seja, é perfeito para 1 jantar e 1 almoço para duas pessoas. Faça os testes e rapidinho você vai encontrar uma quantidade ideal pra sua realidade.

O arroz ou a batata faço na hora, porque é bem rápido e fácil, né. Mas dá pra congelar o arroz prontinho e fica ótimo também.  Alface e…

Bobó de Frango com Inhame

Quem me acompanha no Insta e no Twitter viu minha empolgação com esta receita, da maravilhosa Rita Lobo. É um bobó um pouco diferente: ao invés de mandioca e camarão, é feito com frango e inhame. Excelente para variar o cardápio do dia a dia. Receita fácil, rápida e feita em uma panela só. Aqui, dispensamos os acompanhamentos, que poderiam ser arroz ou farinha de milho.
Para acessar a receita, clique aqui