Pular para o conteúdo principal

Boeuf Bourguignon


Esta é uma receita demorada e cheia de etapas. É para um dia que você quiser se isolar na cozinha com uma boa playlist.

Eu pesquisei muitas e muitas receitas de Boeuf Bourguignon e a que mais gostei foi a do Le Plat du Jour, um blog maravilhoso sobre a França e sobre os pratos franceses.

Vou postar o jeito que eu faço mas eu se fosse você, assistiria ao vídeo da Uiara no link aqui!




BOEUF BOURGUIGNON

1,5 kg de músculo (depois de fazer com vários tipos de corte, este foi meu eleito. O importante é que seja uma carne dura)
300 gramas de cebola miúda (não gosto de usar aquela pequenininha para conserva)
15 cogumelos champignon frescos
1 colher de sopa de manteiga
Sal e pimenta do reino a gosto
Salsinha (opcional)
Azeite

Para a marinada da carne (24 horas)

Junte a carne com uma garrafa de vinho de boa qualidade, 2 cenouras cortadas em três, uma cebola grande espetada com duas folhas de louro e 4 cravos e deixe na geladeira coberta com plástico filme por 24 horas.

Após este tempo... Separe da marinada: o líquido, a carne, as cenouras. Descarte a cebola com os louros e cravos. Aqueça uma panela grande e regue com azeite.
Sele toda a carne aos poucos. Acrescente uma concha do caldo da marinada. Raspe todo o fundo da panela. Coe, descartando os resíduos e juntando o caldo novamente à marinada.
Volte a carne selada para a panela. Acrescente sal e pimenta do reino a gosto. Junte todo o caldo da marinada (deve ser suficiente para cobrir a carne). Deixe cozinhado em fogo baixo por aproximadamente duas horas com a tampa semi aberta.
Durante este período, sempre olhar a panela, para não deixar secar completamente (ir acrescentando água) e também é importante retirar toda a espuma que for subindo.

Após uma hora de cozimento, acrescente as cenouras separadas (agora picadas em cubinhos) e então,  podemos preparar os cogumelos, que consiste basicamente em limpar, fatiar e refogar com manteiga. Sal a gosto. Acrescente a salsinha após desligar o fogo.

Para as cebolas, apenas coloco (algumas inteiras e outras cortadas apenas na metade) em uma frigideira com um pouco de azeite. Fogo baixo, acrescentando um pouco de água por vez e tampando a frigideira até elas cozinharem e dourarem.

Após o cozimento da carne, misture os cogumelos refogados e as cebolas e... ufa! Pronto.

Sirva com arroz branco, fica perfeito.

Comentários

Destaques

Bolo Integral de Pera

Troquei as maçãs por peras nesta receita de bolo da Ju Pitadinha.
BOLO INTEGRAL DE PERA
2 peras grandes 1 xícara de farinha de arroz (usei integral) 1 xícara de farinha de trigo integral (pode ser a branca) 3/4 xícara de açúcar (usei metade mascavo e metade de coco) 3 ovos 1 colher (sopa) de fermento em pó Opcionais: canela, gengibre em pó, noz moscada
Bata o açúcar, os ovos e as cascas das peras no liquidificador.
Em um bowl, coloque as peras picadas, as farinhas e misture bem. Junte a mistura do liquidificador , o fermento, gengibre (1 colher de café), canela (1 colher de chá) e noz moscada (1 pitada).
Despeje a massa em uma forma untada e enfarinhada e asse em forno pré aquecido a 200ºC por aproximadamente 30 minutos.

Bolinho de Feijão Branco

Bolinho de Feijão Branco

1 xícara de feijão branco cru (depois de cozido, são 2 xícaras e meia)
2 c.sopa cebolinha picadinha
1 c.cafe de alho em pó
2 c. sopa de farinha de aveia
1 c. sopa de azeite
1/2 cenoura ralada (fino)
Sal e pimenta preta a gosto

Deixe o feijão cru de molho por 24h. Escorra e cozinhe na pressão com água e uma folha de louro por 15 min (depois que pegar pressão);

Escorra bem o feijão e amasse com um garfo. Misture todos os outros ingredientes, modele bolinhas, achate e grelhe em uma frigideira antiaderente até formar essa casquinha dourada.


Comidinhas da Diana

Inicialmente pensado para ser um instagram com receitas e dicas para introdução alimentar dos bebês, a página da Diana e da Fernanda se tornou uma inspiração pra mim.

E fez tanto sucesso que virou livro: ele traz receitas simples e com muitos vegetais, excelente para variar o cardápio e tornar opções cotidianas mais nutritivas - um exemplo é a carne moída com legumes, preparo simples e que ganha mais sabor e nutrientes com adição de legumes variados.

Há também indicação de idade e algumas receitas são indicadas para intolerantes, embora este não seja o foco.

Todas as receitas do livro estão no Insta que linkei acima e o blog está sendo construído também. Gosto do livro pela facilidade de ter as receitas sempre a mão. Excelente para crianças e adultos!